Theatro Pedro II

Apresentação

As obras de reforma, restauro e modernização transformaram o Theatro Pedro II no cenário ideal para concertos sinfônicos, shows de música popular e erudita, montagens de peças teatrais, apresentações de companhias de dança, performances dos mais variados tipos e, conforme seu propósito original, grandes espetáculos de ópera.

Durante cinco décadas o Theatro Pedro II foi a principal referência cultural de Ribeirão Preto. O Pedro II tornou-se centro de acontecimentos políticos e sociais. Grandes companhias teatrais e operísticas do exterior e corpos de baile do país se apresentaram nele.

Artistas, intelectuais, cidadãos e políticos realizaram campanhas pela preservação do prédio e pelo resgate de sua função cultural. No dia 7 de maio de 1982 o prédio foi tombado pelo Condephaat (Conselho de Defesa do Patrimônio Histórico Artístico, Arqueológico e Turístico do Estado de São Paulo).

Em maio de 1991 teve início a primeira etapa de restauração e modernização do teatro. Em janeiro de 1993 começou a segunda etapa. Um concerto de música erudita em abril de 1994 arrecadou US$ 10 mil para a recuperação.

Em 1996, o Theatro Pedro II foi reinaugurado.

O 2º maior teatro de ópera do país em capacidade de público

O projeto de resgate do Theatro Pedro II demorou cinco anos. A reforma da estrutura do prédio, a modernização das instalações e o restauro das características arquitetônicas originais recuperaram o Pedro II e ampliaram suas funções, transformando-o no 2º maior teatro de ópera do país em capacidade de público. OTheatro Pedro II fica atrás apenas do Teatro Municipal de São Paulo.

 

 

 


Espaços

Capacidade Total: 1588 Platéia 430 Frisas 134 Balcão Nobre 271 Balcão Simples 242 Galeria Central 275 Galerias Laterais 100 Camarotes do Proscênio* 24 Camarotes do Balcão Nobre* 56 Camarotes do Balcão Simples* 56

Ficha Técnica

Capacidade: 200 lugares

Ficha Técnica


Endereço

Logradouro: Rua Álvares Cabral

Bairro: Centro

Ribeirão Preto - SP

Cep: 14.010-080